Encontre aqui o produto que você procura!
 
 
Página Inicial Institucional Canal da Empresa Sua Opinião Localização Contato
EPI's - EPC's
Proteção Auditiva
Proteção Da Pele
Proteção Ergonômica
Proteção Facial
Proteção Para a Cabeça
Proteção para as Mãos
Proteção Para Baixa Temperatura
Proteção Para Equipamentos
Proteção Para Isolamento de Áreas
Proteção Para o Tronco
Proteção Para os Olhos
Proteção Para os Pés
Proteção Para Trabalho em Altura
Proteção Respiratória
 
ACESSÓRIOS
Bacia Para Contenção Móvel
Bloqueio e Travamento
Caixa Plástica
Caixa Plástica Agrícola
Calço Para Veículos
Carrinho Plástico Multiuso
Carrinhos de Transportes
Catracas
Cintas Para Elevação
Espaço Confinado
Kit Cargas Perigosas
Kit Cipa
Kit de Fixação para Veículos
Kit Slackline
Lava-Olhos
Lixeiras
Placas de Sinalização
 
MÁQUINAS E FERRAMENTAS
 
NOTÍCIAS
 
Auditores-Fiscais do Trabalho iniciam paralisação
Auditores-Fiscais do Trabalho iniciam paralisação dia 24 de agosto
 
Os Auditores-Fiscais do Trabalho em todo o Brasil vão iniciar uma paralisação de atividades na próxima segunda-feira, 24 de agosto, por tempo indeterminado. As avaliações do movimento serão semanais. Enquanto durar a paralisação, serão realizadas fiscalizações apenas em casos de grave e iminente risco à vida dos trabalhadores.

Auditores-Fiscais do Trabalho são servidores públicos concursados, responsáveis pela fiscalização do cumprimento da legislação trabalhista e das regras de segurança e saúde em todo o país. Fazem o combate direto ao trabalho escravo e infantil, atuam na inserção de pessoas com deficiência e aprendizes no mercado de trabalho, fiscalizam o recolhimento do FGTS e da contribuição social.

Decorrente dessa atuação são arrecadados, por ano, cerca de 85 bilhões de reais.

O governo federal, irresponsavelmente, deixou de manter um número adequado de Auditores-Fiscais do Trabalho. A carreira tem 3.644 cargos criados e hoje há mais de 1.100 cargos vagos. Cerca de 400 Auditores-Fiscais do Trabalho já estão em condições de aposentarem e outras centenas vão adquirir esta condição até o final de 2015.

Além do reduzidíssimo quadro de Auditores-Fiscais do Trabalho, o Ministério do Trabalho e Emprego passa por uma crise sem precedentes. Atualmente, 12 unidades estão interditadas por falta de condições de funcionamento e muitas outras poderão ser interditadas porque oferecem riscos à saúde e à integridade física de servidores públicos e de usuários dos serviços.

A paralisação das atividades da Auditoria-Fiscal do Trabalho foi decidida em Assembleia Geral Nacional da categoria, em razão de o governo federal não atender a nenhum ponto da pauta apresentada em conjunto com os Auditores-Fiscais da Receita Federal do Brasil, que também estão mobilizados e com atividades paralisadas.

A campanha é pela valorização da carreira, por concurso público, por melhoria das condições de trabalho e de infraestrutura dos prédios do MTE, pela atualização dos valores de diárias - congeladas há mais de dez anos, além de reajuste salarial condizente com o cargo de carreira exclusiva de Estado. Atualmente, as carreiras de fiscalização nos Estados, sem exceção, têm remuneração maior que as carreiras federais.

Auditores-Fiscais do Trabalho, em muitos casos, pagam para trabalhar. Utilizam seus próprios veículos para se deslocar em fiscalizações fora de sua base, porque o MTE não tem motoristas nem veículos. A indenização de transporte pelo risco e pelo desgaste é de R$ 17,00 por dia. Correm risco de vida diariamente de por falta de política de segurança, apesar das várias ameaças e atentados já sofridos em várias partes do país, e do trágico crime conhecido como a Chacina de Unaí.

Os Auditores-Fiscais do Trabalho pedem respeito e valorização da carreira na negociação em curso com o governo federal. Contam com o apoio dos trabalhadores nessa luta, que compreendem a importância da fiscalização na defesa de direitos trabalhistas, sociais e humanos, além de sua força arrecadadora.

Sinait
 
 
MAIS NOTÍCIAS
26/08/2015 - Brasil e Alemanha prorrogam Acordo de Cooperação
26/08/2015 - Morte de trabalhadores em explosão de caldeira domina debates no Seminário sobre Trabalho Seguro
26/08/2015 - Projeto que propõe suspensão de anexo da NR 15
 
ÍNDICES CARRINHO
Cotações:
 
0 Adicionados
 
[ ver ]
   
 
Página Inicial
Institucional
Canal da Empresa
Sua Opinião
Localização
Contato
Encontre aqui o produto que você procura!
 
  Av. João Posser, 1737 - Loteamento Cohab
CEP 99150-000 - Marau.RS
marausul@marausul.com.br
 
 

Simples.net